Mudando a Voz



Como o prometido eu agora irei relatar como foi a minha cirurgia de voz e posterior recuperação. Atualmente se passaram quase 2 meses desde o procedimento, o qual é comumente feito durante uma transição Mtf (Male to Female) junto de outros tipos de cirurgias. Foi uma cirurgia mais simples, portanto eu não registrei muita coisa: apenas uma imagem, 3 audios e algumas informações.

O hospital foi o mesmo em que efetuei a minha rinoplastia: Hospital Oto, você pode ler a minha avaliação negativa a respeito na área de blog deste site > avaliações > hospitais. Logo antes da cirurgia eu por acidente lavei o cabelo e tive um trabalhão para o secar antes da cirurgia; e mesmo assim eu senti bastante frio na mesa de cirurgia. O anestesista foi o único em 3 cirurgias que acertou a minha veia logo na primeira tentativa, sem me sujeitar a dor adicional. Bom. Foi a única cirurgia em que eu senti tontura antes de apagar, um pouco desconfortável mas desconsiderando isso o resto foi igual a todas as outras cirurgias. Um dos colegas do cirurgião estava rindo demais porém, e isso foi irritante.

Após a cirurgia eu nao conseguia falar e de qualquer forma não devia. Nao foi tão ruim quanto eu esperei nem tão facil, se tornou mais dificil engolir e respirar, e a garganta doia um pouco. Os medicamentes foram os usuais para uma cirurgia: Coisas para a garganta não inflamar demais, para dor, para infecção, febre leve... Como a rinoplastia eu decidi não comer nada sólido por alguns dias, começando com líquidos e passando por sopas frias, sopas quentes e apenas então passando para comidas sólidas. O engraçado foi que eu estava certa em assim proceder apesar do médico ter dito que eu poderia comer normalmente logo após a cirurgia, e que eu falaria dentro de 2 semanas. Outro fato: Após 2 semanas o cirurgião disse me que na verdade a recuperação levaria de 3 a 6 meses... esse seria o real período de recuperação. Eu queria que ele tivesse sido sincero comigo sobre o prazo desde a primeira consulta.

O cirurgião não falava muito por chat, respondendo a maioria de minhas perguntas se eu havia entendido algo corretamente com um polegar para cima em caso positivo... ele se tornou bem mais comunicativo bem antes da cirurgia e depois. Acho que ele poderia melhorar nisso, apesar de que eu sei que ele é um homem mais ocupado que outros pois também é um dos diretores da clínica de cirurgia plástica, a Otosplasticlinic. Eu gostei como ele não se importou em ser pago antecipadamente, não estava interessado em dinheiro. Talvez ter alguma fama tenha esse efeito, e eu fiquei surpresa de um médico com alguma fama como ele ainda se importar em tratar bem as clientes. Como o cirurgião que fez o meu nariz, ele não possuia uma recepcionista exclusiva para ele, ela era a recepcionista de vários médicos. Isso permitiu que pudesse falar com ele diretamente frequentemente; ele aceitava exames online e criticas normalmente, ao contrário do médico que eu citei na área de avaliações deste site. Ele cobrou a visita no apartamento do hospital enquanto o médico que fez o meu nariz não o fez. O valor geral da cirurgia porém é barato por ser uma cirurgia simples, por volta de R$ 12.000 incluindo hospedagem, sala de cirurgia e pagamento do médico e equipe.

Eu me esforcei para ficar calada por 1 semana, mas ao fim da semana 1 eu já estava ficando maluca de não poder transmitir rapidamente minhas idéias, tendo de recorrer a um smartphone. Eu falei 10 palavras no sábado e 25 no dia seguinte. A quantidade de palavras que você conseguirá falar aumentará lentamente com o tempo, e ao menos pelas primeiras semanas você sempre perderá a sua voz após o limite ser ultrapassado, e sua garganta ficará mais irritada. Você ficará muito, muito rouca, e falara bem baixinho.

O que me ajudou bastante foi uma bebida que eu aprendi de uma nutricionista: Água, pó de gengibre, extrato de "propolis" e limão. Até onde eu sei, o gengibre e limão ajuda em enfraquecer bactérias e o propolis em particular é anti-inflamatório. O interessante é que era uma bebida originalmente receitada para problemas digestivos. Após 1 semana eu novamente fiz um esforço para permencer calada e por quase toda a semana 2 eu consegui, mas próximo ao fim eu ao fim da semana 2 voltei a falar. Falar já era mais fácil.

Eu então agendei visitas a um fonoaudiólogo e ele me passou exercício mais e mais complexos para recuperar a minha voz. Para a minha surpresa eles funcionam, mas como eu estou atualmente bem ocupada eu faço apenas 1 vez ao dia o que deveria ser 3. Sua voz melhorará muito após o exercício, mas logo ela irá piorar novamente; pois estes apenas agilizam a recuperação, não substituindo o tempo de recuperaçã de vários meses. Outra coisa que ele fez que é util seria a aplicação de um laser de drenagem linfática, o qual em uma dose equivale a aproximadamente 500 massagens manuais de drenagem linfática; além de outro dispositivo que vibra as suas cordas vocais de fora para dentro, um vibrador. O fonoaudiólogo explicou em detalhes como cada exércício movimenta as cordas vocais e como este movimento ajuda em sua recuperação. Atualmente eu ainda fico cansada de falar muito e a voz as vezes possui falhas, mas a voz não mais some após atingir um limite, apenas piora, e eu consigo falar mais alto. Ele efetuou um teste e minha voz deixou a frequência masculina e atualmente normalmente atinge 250hz, atinjindo 350hz quando eu a forço um pouco ainda mais para o feminino.

O cirurgião não mentiu para mim, ele disse que a cirurgia iria resolver apenas parte do problema, que eu ainda precisaria treinar a minha voz e a manipular um pouco enquanto eu vivesse; apenas seria que isso se tornaria bem mais fácil. De fato se tornou menos cansativo atingir uma tonalidade feminina bem aguda, e isso foi uma GRANDE melhoria para a minha auto-estima, mais que a cirurgia de nariz e a cirurgia de confirmação de gênero que farei futuramente. Minha voz não era tão masculian antes, mas ainda era perceptivelmente masculina de qualquer forma. Mesmo com a manipulação, minha voz passado normalmente ficava mais em uma faixa considerada andrógina, e requeria um esforço sobre-humano para soar feminina e mesmo assim apenas em voz baixa. O médico me disse que eu também me tornaria incapaz de gritar, e eu espero não precisar. De qualquer forma eu aprendi auto-defesa se eu precisar. Ele apenas disse para mim naquele momento que não deveria falar demaise para não gritar. Pessoas MtF não possuiam uma cirurgia de voz no passado, então eu estou feliz com o que eu obtive.

Na foto você pode ver o que ele fez com as minhas cordas vocais. Essa cirurgia não é uma tireoplastia, mas sim uma "glotoplastia de wendler". O cirurgião me disse que teria resultados mais duradouros, pois segundo ele a tireoplastia em alguns casos poderia reverter com o tempo, perdendo parte ou totalmente a feminização da voz. Ele efetuou um exame em minha garganta após a cirurgia, e mesmo após 2 meses a cirurgia ainda é um sucesso. Ela resistiu eu ter pego H3N2, ter febre por quase 1 semana e tosse constante; mas eu também fiz um grande esforço para não tossir forte demais. Eu peguei gripe outras vezes mas como já havia pego uma vez, ela não piorava. Outra coisa que ocorreu foi eu vomitar, algo que poderia danificar os pontos da cirurgia, mas os pontos resistiram sem problemas. Talvez seja necessária a exposição constante a acidez estomacal para que isso prejudique a sua cirurgia. Sobre os pontos, você os sentirá mais a medida que sua garganta cicatriza, eles cairão por si só com o tempo.

Aqui estão algumas amostra da feminização de minha voz. Alguns podem questionar a minha sanidade ao mostrar a minha voz antiga, pois várias pessoas ruins na internet podem usar isso para prejudicar pessoas MtF como eu; mas eu vivi o suficiente para simplesmente não me importar mais. Tanto faz. Dar uma idéia mais realista de como seria uma cirurgia de feminização de voz para quem quer saber a respeito é mais importante para mim. Eu poderia falar mais, mas eu sei que muitos hoje em dia preferem textos mais "fast-food".

Antes da cirurgia (em português):

Antes da cirurgia, manipulada (em japonês):

Após a cirurgia, com 2 meses (em português):

Ainda existe muito treinamento de voz e cicatrização das cordas vocais para mim no futuro. Espero que esta informação tenha sido útil a você.



Última atualização: 2022/02/14